Corrida de rua x envelhecimento precoce: Mito ou Verdade?

Querida leitora

Os benefícios que adquiri com minhas corridas de rua, acho que já foi falado e mostrado em todas as minhas redes sociais. Mas não me canso de falar e escrever que a depressão que um dia resolveu lembrar que eu existia foi embora depois que comecei a levar a sério e com foco e rotina minha corrida. E hoje se por algum motivo a tristeza resolver bater a minha porta eu literalmente corro dela!

Mas é claro que muitas de vocês vieram me perguntar sobre o tão temido envelhecimento que a corrida pode trazer. E é claro que fui atrás de pesquisas e informações para que não restasse dúvida que isso é um grande: Mito

Nenhuma prática de esporte tem essa reação adversa, muito pelo contrário nas minhas pesquisas o que encontrei foram relatos de melhora de imunidade, melhora na auto estima, emagrecimento, e melhora significativa nos exames laboratoriais.

Ta bom Adriana mas porque existe esse comentário por ai? “Após uma corrida intensa, o organismo passa a produzir os chamados “radicais livres”, que são resultado de um processo que converte nutrientes em energia para o corpo. Os radicais liberados podem danificar algumas células sadias.”

A boa notícia é que se você cuidar da sua alimentação repondo vitaminas e água para seu corpo isso vai ser amenizado .

Para combater esse efeito, basta ingerir vitaminas antioxidantes, explica a doutora Sílvia Casseb, do Ambulatório de Ginecologia do Esporte da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

“Essas vitaminas, principalmente A, C e E, vão se unir a esses radicais livres e não vão deixar que eles causem esse envelhecimento”, conta. O ideal, segundo a médica, é que essas vitaminas sejam ingeridas em forma de alimentos, como os alimentos funcionais.

A vitamina A está presente no abacate, mamão, manga, pêssego, cenoura, brócolis e espinafre. Já a vitamina C, um pouco mais popular por poder ser ingerida em efervescente, pode ser encontrada na laranja, abacaxi, pimentão, agrião, entre outros. A vitamina E, um dos antioxidantes mais aclamados pelo seu efeito, é encontrada em óleos vegetais (amendoim, soja, girassol etc) e em nozes, sementes, grãos inteiros e também vegetais de folhas verdes.

Algumas pessoas preferem tomar um polivitamínico, o que também não é errado. A consulta com um nutricionista é fundamental para avaliar as necessidades de cada um. “Não é aquele que você compra no corredor da farmácia porque sua amiga toma”, orienta Silvia.

Além disso os cuidados com o sol, usando proteção solar certa e adequada para corrida (alguns protetores escorrem durante a prática), um óculos não fake ( sure) , uma viseira ( fashion hahahaha) devem fazer parte da prática esportiva.

E por último converse com sua dermatologista sobre qual a melhor escolha para sua pele. Sim alguns procedimentos vão auxiliar e muito. Sou prova disso.

Bom essa não será mais a “muleta” para evitar as corridas. Isso é mito, e o que envelhece é o corpo parado e sedentário. Pense bem, se cuidar requer disciplina, vontade e amor a única pessoa que realmente deve ser importante para você : VOCÊ

Se quiser companhia conte comigo, estou pelas ruas quase sempre … e lá sou livre e isso realmente não tem preço.

Bjs e até o próximo post.

Fonte:https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/estudos-derrubam-mitos-mais-comuns-sobre-corrida-2926223

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *